PT pressiona por permanência de Marina Silva

Para senador Delcídio Amaral, "lamentavelmente, parece que a decisão já foi tomada"

Rodrigo Alvares, estadao.com.br

12 de agosto de 2009 | 12h44

A saída de Marina Silva (PT-AC) para o PV começa a repercutir no Twitter de senadores e dirigentes petistas. Para o senador Delcídio Amaral (PT-MS), "apesar de todo o esforço da bancada do PT para a permanência da senadora Marina Silva, lamentavelmente, parece que a decisão já foi tomada".

 

Veja Também

linkPT divulga carta pedindo que Marina continue no partido

linkCiro reitera intenção de se candidatar à Presidência

especialO horário eleitoral com Marina Silva como candidata

linkMarina e Suplicy podem assinar carta contra Sarney

linkMarina Silva faz Ciro rever planos para as eleições de 2010

linkGilberto Gil nega convite para posto de vice na chapa

 

O presidente nacional do PT, deputado Ricardo Berzoini (SP), esteve na manhã de hoje na casa da senadora Marina Silva (PT-AC) para tentar mais uma vez convencê-la a não deixar o partido. No Twitter, escreveu que teve uma conversa com a senadora e admite que não sabe se ela deixará o partido.

 

O deputado acrescentou: "Ao mesmo tempo, sigo convencido que o melhor espaço para Marina ampliar sua luta pela sustentabilidade é o PT. O PT precisa da Marina para essa luta, e a Marina precisa da força e representatividade do PT para avançar ainda mais. Mas respeitaremos a decisão da companheira".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.