PT pode entrar com ação contra Goldman por difamação

O Partido dos Trabalhadores considera a possibilidade de entrar com uma representação no Conselho de Ética e na Mesa da Câmara contra o líder do PSDB na Casa, deputado Alberto Goldman (SP), após a afirmação dele de que a deputada petista Angela Guadagnin "seria a mentora intelectual do mensalão, além de bandida", durante encontro regional do PSDB em São José dos Campos, interior de São Paulo, no último sábado. Esta informação foi publicada hoje no site do PT."O líder Alberto Goldman vai ter de provar o que falou, porque são acusações graves e falsas, e que não tem nenhum respaldo", respondeu a deputada, segundo informou a assessoria do PT. Durante reunião do Conselho de Ética ontem, o presidente do conselho, deputado Ricardo Izar (PTB-SP), solidarizou-se com a petista e afirmou que esse tipo de conduta "não pode ser admitida".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.