PT-PB pode apoiar PSB e não Vital do Rêgo, decide TRE

O PT na Paraíba pode apoiar o PSB no Estado e não a aliança com o candidato do PMDB ao governo, o senador Vital do Rêgo. Ontem à noite, por quatro votos a três, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) paraibano aceitou que o diretório regional do PT faça parte da chapa à reeleição do governador Ricardo Coutinho (PSB). Essa decisão pode levar a presidente Dilma Rousseff a ficar sem um importante palanque no Estado nordestino.

RICARDO BRITO, RICARDO DELLA COLETTA E VERA ROSA, Estadão Conteúdo

05 de agosto de 2014 | 19h05

A decisão do TRE ocorreu numa ação movida pelo Diretório Nacional do PT no início do mês passado que tentava enquadrar a legenda na Paraíba a apoiar Vital, que é o presidente das duas CPIs da Petrobras em curso no Congresso. A cúpula do PT havia recorrido à Justiça Eleitoral paraibana para que os petistas da Paraíba cumprissem uma resolução da Executiva Nacional do mês passado que prioriza alianças com o PMDB em seis Estados.

Com a última decisão do TRE da Paraíba, Lucélio Cartaxo (PT) poderá se candidatar ao Senado na chapa encabeçada por Ricardo Coutinho. No Estado, o candidato do PSB vai abrir palanque para Eduardo Campos. Ou seja, a presidente Dilma Rousseff pode ficar sem palanque na Paraíba.

Mais conteúdo sobre:
eleiçõesPBPTVital do Rêgo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.