PT não admite que errou na disputa de Fortaleza

O desempenho surpreendente da candidata Luizianne Lins (PT) que disparou na reta final da campanha e atropelou o candidato Inácio Arruda (PC do B), não fez com que o PT admitisse que pode ter errado em Fortaleza. O presidente nacional do partido, José Genoíno, sustentou que o PT agiu "com responsabilidade" ao apoiar a candidatura do PC do B, em detrimento da petista.Segundo ele, o PC do B é um aliado estratégico do PT e apoiou candidatos do partido em 19 capitais, pedindo apoio, em contrapartida, apenas para a candidatura de Inácio. Genoíno argumentou que Inácio estava em 1º lugar nas pesquisas, enquanto Luizianne tinha um desempenho fraco, de apenas um dígito.Abertas as urnas, e consolidada a candidatura de Luizianne que disputará com Moroni Torgan (PFL), o PT estará ao lado de sua candidata. "Vamos fazer com ela o que vamos fazer com outros candidatos", disse Genoíno, referindo-se ao esforço para conseguir a vitória.Segundo ele, o grande derrotado em Fortaleza é o PSDB, cujo candidato ficou em quarto lugar. Somados os votos de Luizianne (22,32%) aos de Inácio (19,22%), o PT dá como certa a vitória contra Torgan que recebeu 26,58% dos votos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.