PT mente o tempo todo, diz Serra

O candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo, José Serra, disse, neste domingo, que o PT é um partido que "mente o tempo todo" e que está tentando utilizar a eleição em São Paulo para "compensar o crime do mensalão". "Mas não vai, esse pessoal (envolvido no Mensalão) vai para a cadeia mesmo", disse à jornalistas em compromisso de campanha neste domingo.

FERNANDA GUIMARÃES, Agência Estado

21 de outubro de 2012 | 14h57

Sobre a comparação feita ontem pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em comício do candidato petista Fernando Haddad, que o assemelhou aos ex-presidentes da República, Fernando Collor e Jânio Quadros, o candidato do PSDB disse que essa é uma estratégia petista. "É típico. Eles jogam baixo, muito baixo. Basta olhar o que eles falam, de ataques, de infâmias e acusam o adversário. É a maneira mais cômoda", disse.

Genéricos

Sobre a acusação de que não seria o "pai" dos remédios genéricos, Serra disse que ele não foi o inventor, mas sim o "fazedor" desses medicamentos. "O deputado Eduardo Jorge (na época do PT/SP) fez o projeto original. Eu peguei o projeto como Ministro da Saúde, refiz o projeto com a concordância dele, fiz aprovar e implementei", disse. Serra disse, ainda, que para colocar os genéricos nas prateiras ele teve que "travar uma batalha" com os laboratórios farmacêuticos.

"O PT não tem esse tipo inovação, até porque nem interesses eles enfrentam. Eles deixaram até de impulsionar o genérico no Brasil só porque tinha a minha marca, como largaram os mutirões de cirurgia, como largaram a questão da campanha da Aids. Eles jogam eleitoralmente e à base da mentira", afirmou.

Serra participou neste domingo de Assembleia Mensal do Movimento Universitário, no bairro da Lapa, ao lado de seu vice Alexandre Schneider. Também estavam presente no evento o senador Aloysio.

O candidato petista, Fernando Haddad, não terá agenda pública neste domingo.

Tudo o que sabemos sobre:
Eleições 2012SerraPT

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.