PT impõe condições para votar PEC do artigo 192

O deputado Aloizio Mercadante (PT-SP) disse, nesta terça-feira à tarde, que seu partido só votará a favor da regulamentação do artigo 192, que trata do sistema financeiro nacional, se o governo se comprometer, formalmente, a não realizar mudanças no Banco Central (BC) até a posse do futuro presidente da República."Durante oito anos o governo não tocou nesse assunto. Agora, às vésperas da eleição, quer mexer nisso. Só vamos votar a favor se houver compromisso de que não haverá mudança no BC até a posse do novo presidente", disse ele.Na tarde desta terça, o ministro da Fazenda, Pedro Malan, defendeu a necessidade de o Congresso votar a proposta de emenda constitucional (PEC) que flexibiliza o artigo 192, da Constituição. Malan disse concordar com a análise do senador Jeferson Peres (PDT-AM), que considerou que a aprovação da PEC do artigo 192 funcionaria hoje como um fator de redução do grau de instabilidade no mercado financeiro. Malan disse ainda que todos os que estão seriamente interessados em ter uma transição política mais tranqüila deveriam preservar Armínio Fraga como presidente do Banco Central por alguns meses no início de 2003.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.