PT herdou do governo anterior dívidas com FMI, diz Dilma

Sem citar, diretamente, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, a presidente Dilma Rousseff fez nesta sexta-feira, 22, críticas ao governo dele, ao lembrar que, quando o PT assumiu o comando do País, em 2003, herdou dívidas para quitar com o Fundo Monetário Internacional (FMI). "O governo anterior ao Lula deixou um acordo com o FMI que limitava investimentos", disse, em cerimônia de inauguração da Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) 24 horas em Horizonte (CE).

BEATRIZ BULLA E CARLA ARAÚJO, Agência Estado

22 de novembro de 2013 | 16h46

De acordo com Dilma, depois de pagar a dívida com o FMI, o País conseguiu ter autonomia para fazer os investimentos. "Só no meu governo, sem contar o governo Lula, que também investiu muito, já investimos R$ 93 bilhões", disse. Ela afirmou ainda que a falta de autonomia e a baixa capacidade financeira do Brasil impedia aportes em saneamento básico. "Por isso, não tinha esgoto e abastecimento de água tratada."

Tudo o que sabemos sobre:
DilmaCearáFMI

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.