PT gaúcho lança campanha para comprar nova sede

O PT gaúcho lançou hoje a campanha financeira para adquirir uma nova sede, já que o prédio utilizado pelo partido foi emprestado pelo Clube de Seguros da Cidadania, entidade colocada sob suspeita pela CPI da Segurança Pública. Em ato realizado no Mercado Público de Porto Alegre, os petistas recolheram R$ 45 mil dos cerca deR$ 300 mil necessários para a compra de uma sede.O diretório nacional do PT doou R$ 15 mil para a campanha dos gaúchos, enquanto o governador Olívio Dutra, o vice Miguel Rossetto e o prefeito Tarso Genro deram R$ 2 mil cada um. O prédio da Avenida Farrapos no qual a direção estadual do PT se aloja desde 1999 foi adquirido por R$ 310 mil pelo Clube da Cidadania e sua reforma custou mais R$ 80 mil.O ex-tesoureiro do partido, Jairo Carneiro dos Santos, chegou a dizer em maio deste ano que esse dinheiro teria sido dado por bicheiros, mas depois voltou atrás e disse que tudo havia sido um mentira. Durante meses, a CPI tentou encontrar vestígios da contravenção na movimentação bancária da seguradora, mas só conseguiu provar que o montante das doações declaradas não eram suficientes para o negócio. Das contradições na contabilidade e nos depoimentos dos doadores do clube, a CPI indiciou vários de seus diretores ligados ao PT. O caso está sendo analisado agora pelo Ministério Público.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.