PT foi bode expiatório em Mauá, afirma Genoino

A cassação da candidatura do PT para a prefeitura de Mauá um dia antes da eleição no segundo turno configura "uma situação de vexame para a Justiça Eleitoral", segundo o presidente nacional do partido, José Genoino. "Compare (a situação) Mauá com Campos, Nova Iguaçu, Cuiabá e Goiânia. Fica até uma situação de vexame para a Justiça Eleitoral", disse. Segundo o presidente do PT, o candidato Marcio Chaves foi cassado por divulgar uma exposição da cidade quando ainda não era candidato à prefeitura. "Estão usando Marcio Chaves e o PT como bode expiatório", criticou. De acordo com Genoino, o partido não aceitou a decisão e entrará com recursos junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para pedir nova eleição em Mauá. "Tiraram a eleição no tapetão, mas vamos reverter isso", enfatizou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.