PT estuda apoiar PSB em Campinas para ajudar Haddad

O PT cogita oferecer apoio ao PSB na eleição pela Prefeitura de Campinas em troca de uma aliança a favor de Fernando Haddad em São Paulo. Em fevereiro, o PSDB anunciou apoio à candidatura do deputado Jonas Donizette (PSB) em Campinas também para facilitar a negociação na capital. Pelo acordo, os tucanos indicariam o vice de Donizette.

AE/SÃO PAULO, Agência Estado

25 de março de 2012 | 11h42

Mas os petistas acreditam que podem ceder espaço à sigla em Campinas e outros municípios para aproximá-la da chapa de Haddad em São Paulo. "Já passou o prazo para decidirmos se vamos apoiar outro partido (em Campinas), mas ainda não há definição sobre nosso candidato", disse o presidente nacional do PT, Rui Falcão. "Se o Jonas Donizette jogar o (vice) do PSDB fora...", insinuou Falcão, dando brechas para uma negociação.

O objetivo da oferta seria "aplacar" a resistência do presidente estadual do PSB, Márcio França, a uma aliança com o PT na capital. França é secretário de Turismo do governador Geraldo Alckmin (PSDB). A avaliação dos petistas é que o acordo se resume à reeleição de Alckmin em 2014. Garantindo apoio ao PSB em Campinas, o PT quer tornar os planos eleitorais da sigla em 2012 menos dependentes dos tucanos.

A proposta de apoio ao PSB em Campinas será debatida pelo PT paulista. O partido pode realizar prévia entre o ex-secretário Sebastião Arcanjo e o presidente do Ipea, Marcio Pochmann, para escolher seu candidato.

Lula

O presidente nacional do PSB, Eduardo Campos, volta a se reunir com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entre hoje e amanhã para negociar alianças para as eleições municipais. Um acordo em São Paulo está entre as prioridades do petista. O governador Eduardo Campos resiste a uma coligação com o PSDB na capital, uma vez que o PSB é um dos principais aliados do PT no governo federal. O PT aponta como moeda de troca para o acordo seu apoio à reeleição do prefeito Marcio Lacerda (PSB) em Belo Horizonte.

O PT recorreu a Campos em fevereiro para tentar evitar o acordo do PSB com os tucanos. Desde então, o comando do PSDB de Campinas voltou a discutir uma candidatura própria. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
CampinasPTPSB

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.