PT envia carta de saudação a Hugo Chávez no dia da posse

O PT enviou carta de saudação ao presidente da Venezuela, Hugo Chávez, que foi reeleito para seu terceiro mandato e tomou posse nesta quarta-feira. O partido não enviou nenhum representante para as solenidades. O documento afirma que a eleição do venezuelano é uma "vitória da democracia". "Estamos seguros de que seu governo e o governo do presidente Lula consolidarão o processo de integração dos povos que, desde o Mercosul e a Comunidade Sul-Americana das Nações estão transformando nossa América em um continente de luta por Justiça, paz e democracia", afirma a carta, assinada pelos membros da Executiva do partido. Leia a íntegra da carta:Exmo. sr. PresidenteHugo Chávez FriasEstimado compañero Presidente,Neste histórico momento em que você toma novamente posse do governo da República Bolivariana da Venezuela, o Partido dos Trabalhadores se faz presente para celebrar junto ao povo venezuelano esta grande vitória da democracia. O Partido dos Trabalhadores faz votos de que este novo mandato que se inicia seja coroado de êxitos na continuidade e no aprofundamento das políticas públicas que asseguraram o grande apoio popular que distingue seu governo.Nossas forças políticas estão envolvidas em um processo de aproximação das esquerdas da América Latina e Caribe que, desde 1990, promove um espaço de debates e intercâmbios sobre os caminhos alternativos ao neoliberalismo nos encontros do Foro de São Paulo.Estamos seguros de que seu governo e o governo do presidente Lula consolidarão o processo de integração dos povos que, desde o Mercosul e a Comunidade Sul-americana das Nações, estão transformando nossa América em um continente de luta por Justiça, paz e democracia.Receba nossas mais fraternais saudações, Ricardo Berzoini, PresidenteMarco Aurélio Garcia, Vice-presidenteMaria do Rosário, 2ª. Vice-presidenteJilmar Tatto, 3º. Vice-presidenteJoaquim Soriano, Secretário-geralValter Pomar, Secretário de Relações InternacionaisPaulo Ferreira, Secretário de FinançasRenato Simões, Secretário de Movimentos Populares

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.