PT entra com ação criminal contra FHC por difamação

O PT ingressou nesta terça-feira com ação criminal por difamação contra o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. A ameaça de processo vinha sendo feita pelo presidente do PT, Ricardo Berzoini, desde a publicação de entrevista de Fernando Henrique na revista IstoÉ, que circulou no dia 4 deste mês. Na reportagem, o ex-presidente disse que ?a ética do PT é roubar?. O texto da ação justifica ?a ocorrência do crime de difamação? - previsto na Lei da Imprensa e cuja pena é detenção de três a dezoito meses mais multa - por considerar que Fernando Henrique ?aproveitou-se do referido veículo de informação (IstoÉ) para através dele atentar contra a reputação do Querelante (PT), denegrindo-o perante a sociedade e assolando a credibilidade e o bom conceito construído ao longo de 26 anos pelo Partido dos Trabalhadores perante o meio social. ? Berzoini prometeu também protocolar ação civil contra Fernando Henrique por dano moral, e recorrer à Justiça contra a afirmação do presidente do PSDB, Tasso Jereissati, que no sábado acusou a gestão petista de ter montado um esquema de ?roubo organizado, sistematizado, dentro do Palácio do Planalto?. O advogado do partido, João Piza, confirmou que está preparando a ação por dano moral, mas negou ter sido procurado por Berzoini para processar Tasso.Piza salientou que ?lamenta, junto com o partido, por ser obrigado a propor contra um ex-presidente da República medida penal?, justificando a ação por considerar as ofensas ?muito graves? e ?incompatíveis com o status de ex-titular da mais alta função republicana?.o crime de difamação prevê detenção de três a dezoito meses e multa de dois a dez salários mínimos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.