PT e PSDB terão o mesmo tempo de TV em São Paulo

Após revisão, Tribunal reduziu bancada de fundadores do PSD de 55 para 51 deputados, apesar de área técnica ter indicado corte para 49

Daniel Bramatti, de O Estado de S.Paulo

10 de agosto de 2012 | 03h02

O Tribunal Superior Eleitoral decidiu nessa quinta-feira, 10, que o número correto de deputados do PSD, para efeitos de horário eleitoral, é 51. Com isso, a Justiça Eleitoral de São Paulo terá de refazer suas contas e atribuir às coligações do tucano José Serra e do petista Fernando Haddad exatamente o mesmo tempo de TV: 7min39s.

A área técnica do TSE havia recomendado um "corte" da bancada válida do PSD de 55 deputados - número inicialmente informado pela Câmara - para 49, o que deixaria Haddad à frente de Serra. Nessa quinta, o relator do caso, ministro Arnaldo Versiani, reconsiderou o total.

A bancada foi reduzida de 55 para 51 porque, segundo o TSE, a Câmara incluiu entre os fundadores do PSD parlamentares que eram suplentes, e não haviam sido eleitos em 2010.

O PSD foi criado após as eleições de 2010 e, pela Lei Eleitoral, não teria direito a tempo de TV. Mas o Supremo Tribunal Federal decidiu o contrário em junho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.