PT e PSDB fazem pacto de não-agressão no Rio

O PT do Rio fizeram um pacto de não-agressão com o PSDB. A vice-governadora, Benedita da Silva (PT) e o ex-governador e presidente regional do PSDB, Marcello Alencar, encontraram-se para debater a sucessão estadual e a garantia de governabilidade do mandato-tampão no governo do Estado a partir de abril - quando o governador Anthony Garotinho (PSB) deve deixar o cargo para concorrer à Presidência. A idéia é que os tucanos cariocas apóiem Benedita no segundo turno, caso o candidato do PSDB fique fora da disputa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.