PT e PMDB impedem aprovação de proteção para Yoani

O PT e o PMDB impediram, nesta quarta-feira, a aprovação do requerimento de pedido de proteção federal para a blogueira cubana Yoani Sánchez na sessão da Câmara. O requerimento do deputado Mendonça Filho (DEM-PE) chegou a ser aprovado em votação simbólica, mas os dois partidos usaram de uma manobra regimental para derrubar a sessão. Petistas e peemedebistas exigiram votação nominal, com o registro dos votos no painel eletrônico, e obstruíram a sessão.

DENISE MADUEÑO, Agência Estado

20 de fevereiro de 2013 | 20h21

O placar registrou 196 votos favoráveis, 28 contrários e 13 abstenções totalizando 237 votos. Eram necessários 257 deputados votantes para garantir quórum. Outros 52 deputados registraram obstrução. Com o plenário esvaziado, a sessão foi encerrada sem concluir a votação do requerimento.

Além do PT e do PMDB, ficaram contra a aprovação do requerimento o PSB, o PCdoB, o PDT e o PSOL. Defenderam a aprovação do requerimento: o PSDB, o PSD, o PR, o PPS, o PP, o PSC, além do DEM, autor da proposta. Mendonça Filho pediu proteção da Polícia Federal a Yoani depois de ela ser alvo de hostilidade por parte de simpatizantes do governo cubano.

Tudo o que sabemos sobre:
Yoani Sánchezproteção

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.