PT e PMDB devem se revezar na presidência da Câmara

O PT e o PMDB devem firmar um acordo para estabelecer um rodízio na presidência da Câmara. "A ideia é que eu e o presidente Dutra (presidente do PT, José Eduardo Dutra) possamos firmar protocolo pelo qual se estabelece este rodízio. Quem ocupará o primeiro biênio e o segundo, (isso) é um segundo momento", disse o vice-presidente eleito e presidente do PMDB, Michel Temer, em entrevista gravada no programa Bom Dia Brasil, da TV Globo, depois do jantar, ontem à noite, com o presidente do PT.

ROSANA DE CASSIA, Agência Estado

03 de novembro de 2010 | 09h21

"Nós entendemos que o PT e o PMDB, como maiores partidos da base aliada, têm responsabilidade de evitar logo no início do governo uma disputa entre nós", afirmou o presidente do PT, na mesma reportagem.

Dentro dessa preocupação, a presidente eleita, Dilma Rousseff (PT), designou Temer para integrar a equipe de transição do governo, depois do mal-estar causado pela exclusão do PMDB na equipe que se reuniu com Dilma, na última segunda-feira. A presidente eleita deve se reunir com Temer nesta manhã e depois viajar para descansar até o próximo domingo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.