PT e FHC comentam morte de João Amazonas

A morte de João Amazonas representa a perda de um homem com participação importante na história política do Brasil no século XX. A manifestação partiu há pouco do porta-voz do candidato do PT à presidência da República, André Singer, em entrevista coletiva. "Amazonas participou das lutas pela redemocratização do País em 1945; da criação da Petrobras na década de 50; e das reformas de base na década de 60, antes do golpe de Estado, bem como atuou na luta pela redemocratização do País", afirmou Singer. "O PC do B é um partido integrado na vida democrática do Brasil. A vida política brasileira perde hoje uma personalidade histórica", complementou.O coordenador do Programa de Governo do PT, Antonio Palocci Filho, também homenageou o líder comunista. "Pela sua longa luta em defesa dos direitos humanos e do povo, e pela retidão do seu caráter, João Amazonas é uma referência para os jovens e para a vida política do Brasil". O presidente Fernando Henrique também comentou a morte de João Amazonas, informou o porta-voz do Palácio do Planalto, Alexandre Parola. Segundo o porta-voz, Fernando Henrique afirmou que Amazonas "foi um homem que lutou pelos seus ideais e deixou marcas nas lutas populares."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.