PT diz aguardar decisão do STF sobre doações de campanha

O secretário nacional de comunicação do PT, vereador José Américo (SP), disse que o partido aguarda decisão do STF sobre doações de campanha. Nesta quarta-feira, 2, a maioria dos ministros do Supremo votou contra a doação por parte de empresas, mas com pedido de vista feito por Gilmar Mendes, a decisão não é ainda definitiva.

ANA FERNANDES, Agência Estado

03 de abril de 2014 | 16h29

Américo disse que se for confirmada a decisão de proibir doações de empresas a campanhas políticas, "você tende a reduzir, a inibir o poder econômico, mas não é a solução, pois continua difícil a fiscalização (de caixa dois)". "Só com financiamento público, aí você tem garantia", disse.

O presidente estadual do partido, Emídio de Souza, também se disse a favor do financiamento público. Em coletiva sobre tema ligado a redes sociais e internet, Emídio disse que ainda acha "prematuro se falar que haverá arrecadação em larga escala pela internet no País", mas que pode ser um caminho interessante.

Américo e Emídio participaram na sede do partido, em São Paulo, do anúncio do evento Camping Digital do PT, que ocorrerá entre 18 e 20 de abril no interior paulista.

Mais conteúdo sobre:
STFdoaçãocampanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.