PT divulga carta pedindo que Marina continue no partido

Documento faz paralelo entre trajetória do partido e da senadora

estadao.com.br

11 de agosto de 2009 | 19h53

O PT divulgou nesta terça-feira, 11, uma carta aberta pedindo que a ex-ministra do Meio-Ambiente, Marina Silva, permaneça no partido. O manifesto petista vem em resposta ao fato de que Marina vem estudando a possibilidade de trocar de sigla, migrando para o PV e assim se lançar como candidata a Presidência na eleição de 2010.

 

Veja também:

linkMarina Silva quer ser candidata à Presidência

 

Marina passou o último final de semana no Acre, sua terra natal e onde começou sua militância política. Em Rio Branco, conversou com Binho Marques, governador do Acre e seu melhor amigo, porém ainda não chegou a uma conclusão. Nesta terça-feira, 11, a senadora disse não temer perder o mandato caso efetivamente troque de partido e dispute as eleições para presidente, em 2010.

 

CARTA ABERTA À COMPANHEIRA SENADORA MARINA SILVA

 

A trajetória de Marina Silva se confunde com a trajetória do PT. Ambos surgiram muito pequenos e humildes e tiveram que enfrentar obstáculos quase intransponíveis para se tornarem o que são hoje.

 

Mas autoritarismo, censura, preconceitos, ausência de oportunidades e de condições econômicas, discriminação política e dos veículos de comunicação foram todos dura e pacientemente vencidos nessa trajetória comum. Marina Silva, de pequena menina pobre e analfabeta de um seringal do Acre, transformou-se numa importante figura pública do país e persona de prestígio internacional. O PT, de um pequeno e quixotesco aglomerado de cidadãos que lutavam pela democracia e por um país melhor, tornou-se o partido que governa, com grande êxito, o país há sete anos. Com eles, cresceu também o Brasil.

 

No Senado, acompanhamos a trajetória de Marina Silva e lutamos lado a lado com ela pelas melhores causas da nação. Doce e determinada, calma e perseverante, Marina Silva contribuiu decisivamente para a estruturação do partido e sempre teve uma ação construtiva na bancada. À frente do Ministério do Meio Ambiente por seis anos, Marina Silva teve um desempenho histórico que contribuiu substancialmente na luta pela sustentabilidade ambiental no Brasil, com o apoio de seus companheiros de bancada e de partido. Destacou-se, lutou, perseverou. Engrandeceu seu nome, o do seu partido e o do seu país.

 

Trajetórias como essa só se constroem com sonhos. Sonhos coletivos que transformam a realidade. Assim, a identidade que une Marina Silva ao PT é inquebrantável, pois ela foi forjada na luta comum por um país próspero e justo, no qual todos tenham oportunidades. Uma luta que continua.

 

Por isso, desejamos sinceramente que a nossa querida companheira Marina Silva permaneça no Partido dos Trabalhadores, sua casa política, e prossiga nessa trajetória coletiva que já conquistou tanto, mas que tem tanto ainda para conquistar.

 

Mas qualquer que seja a sua decisão, seu vínculo com o PT jamais se quebrará. Sempre será assim, esteja onde ela estiver. E, esteja onde ela estiver, terá nosso carinho, nossa admiração, nossa história comum.

 

Bancada do PT no Senado

Tudo o que sabemos sobre:
PTMarina Silva

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.