PT deve ter candidato próprio na Câmara

O adiamento, para a próxima terça-feira, da decisão do PFL sobre o apoio ou não ao candidato do bloco oposicionista no Senado, senador Jefferson Peres (PDT-AM), reforça no PT a idéia de lançar candidatura própria à presidência da Câmara. "Não havendo um compromisso da bancada do PFL no Senado em apoiar o senador Peres, o PT deverá indicar candidato próprio", informou o líder petista, deputado Aloizio Mercadante (SP). A reunião da bancada petista está marcada para amanhã à tarde.Se o PT optar pela candidatura própria, o líder afirmou que contará com o apoio do PDT e do PCdoB que, em reunião conjunta na semana passada, decidiram assumir o mesmo caminho caso o PFL do Senado não apoiasse Peres. Mercadante está confiante também na possibilidade de o PSB vir a rediscutir o apoio ao deputado Aécio Neves (PSDB-MG) se a oposição resolver pela candidatura própria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.