PT deve parar de buscar culpados e apurar o caso, diz Alckmin

O governador Geraldo Alckmin (PSDB), cobrou hoje uma posição do PT diante das investigações sobre o esquema de propina, do qual é acusado o ex-assessor do Planalto Waldomiro Diniz. "Não tem cabimento, o PT não assumir sua responsabilidade. Acho que o PT tem a obrigação de colaborar com a investigação e não ficar arrumando culpados. É totalmente sem sentido", disse Alckmin,referindo-se às acusações feitas por petistas de que o presidente nacional do PSDB, José Serra, seria o responsável pela denúncia contra o ex-assessor do ministro da Casa Civil, José Dirceu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.