Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

PT derruba redução do superávit primário no plano plurianual

A bancada do PT e dos partidos aliados na Comissão Mista de Orçamento do Congresso derrubou hoje o relatório do senador petista Saturnino Braga (RJ) sobre o Plano Plurianual 2004-2007, que previa uma redução gradual da meta de superávit primário a partir do próximo ano. Com a redução, sobrariam R$ 27,9 bilhões de investimentos propostos em emendas dos parlamentares acatadas pelo relator. Com a rejeição do parecer, um outro senador petista, Simbá Machado (AC), foi destacado para assumir a relatoria e apresentar um novo parecer até 2 de março.Já afinado com o discurso governista, Machado avisou hoje que vai restabelecer o superávit equivalente a 4,25% do PIB pelo próximos quatro anos. ?O governo precisa dar um sinal para a economia, e o governo vai manter esse superávit de 4,25% até 2007?, afirmou.O relator derrotado tentou disfarçar o constrangimento diante da situação de ter seu parecer rejeitado pelo partido, mas argumentou que manteve sua posição até o fim como uma espécie de alerta ao Palácio do Planalto sobre os reflexos do atual rigor fiscal. ?Espero que essa advertência sirva para que esse assunto seja discutido com mais participação. Acho que o governo está exagerando na prudência?, disse Saturnino.O deputado Virgílio Guimarães (PT-MG), que comandou a bancada petista na votação, disse que o governo não é contra a idéia de reduzir o superávit primário, mas prefere fazer isso alterando a metodologia de cálculo (como fez com os investimentos em saneamento), e não as metas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.