PT decide se participa de manifestação

A bancada do PT se reúne nesta manhã para tomar duas decisões: a participação ou não de petistas na manifestação que os servidores fazem hoje em frente ao Congresso Nacional, contra a reforma da Previdência e a análise das emendas do partido à reforma. A idéia que voltou a ser examinada ontem à noite, depois de ser descartada ao longo do dia, é que o PT seja representado na manifestação pelo líder do partido na Câmara, Nelson Pellegrino (PT-BA). Mas essa posição está dividindo o partido e, por isso, foi convocada a nova reunião para esta manhã. Em relação às emendas à reforma da Previdência será feito um relato do seu conteúdo pelo deputado Arnaldo Chinaglia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.