PT decide apoiar texto do governo para reforma da Previdência

A bancada do PT decidiu, por 32 votos a favor e 21 contrários, apoiar a reforma da Previdência e o texto da Proposta de Emenda Constitucional que o governo enviou ao Congresso Nacional. Segundo o vice-líder do governo na Câmara, deputado Professor Luizinho (PT-SP), a resolução da bancada prevê que o partido poderá aproveitar emendas ao texto, que serão negociadas com o Palácio do Planalto. Apesar da vitória apertada das lideranças governistas no partido por apenas 9 votos, Professor Luizinho salientou que 40 deputados estavam ausentes da reunião. Segundo ele, a maioria desses apóia a reforma da Previdência. A resolução estabelece que a bancada vai apoiar a aprovação do texto e depois negociar emendas. A parcela derrotada da bancada pretendia negociar primeiramente as emendas com o Palácio do Planalto e só então anunciar o apoio à proposta do governo. "O resultado foi excelente. E é assim que o PT funciona. Quando é possível, adotamos consenso. Quando não, votamos e vale a opinião da maioria", afirmou Luizinho. A deputada Maninha (PT-DF) salientou que desta forma a bancada dará o apoio sem saber se as emendas propostas pela bancada serão aceitas ou não. "Se elas não forem aceitas, o apoio já terá sido anunciado", afirmou a deputada, que defendia a tese derrotada na votação. Estavam presentes 53 deputados de uma bancada composta por 93 deputados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.