PT dá suplência a PR e PCdoB vai cobrar vice

Depois de o PT anunciar que a suplência na chapa de Eduardo Suplicy ao Senado em São Paulo ficará com o PR, o PCdoB, outro potencial aliado de Alexandre Padilha na corrida ao Palácio dos Bandeirantes, vai cobrar a vaga de vice na chapa do petista. Os dois partidos se reunirão ainda nesta quinta-feira e o PCdoB ameaça desembarcar da aliança caso não tenha suas reivindicações atendidas.

JOSÉ ROBERTO CASTRO E RICARDO CHAPOLA, Agência Estado

26 Junho 2014 | 13h57

A vaga de suplente foi oferecida publicamente ao PCdoB em reunião da Executiva estadual do PT em 17 de maio. O presidente do PT-SP, Emídio de Souza, disse hoje que Suplicy fez o oferecimento de maneira informal.

Questionado sobre qual será a posição do PCdoB na chapa, Emídio e Padilha lembraram que cada candidato a senador tem dois suplentes. Eles não garantiram, no entanto, o lugar dos comunistas em uma das suplências nem disseram se o PR fica com a primeira ou com a segunda vaga. "É igual Copa do Mundo, escalação completa só uma hora antes do jogo", brincou Padilha. O prazo final para o anúncio da chapa é a próxima segunda-feira (30).

Mais conteúdo sobre:
eleições SP Padilha apoio PR PCdoB

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.