PT critica censura a jornal pedida por Roriz

O coordenador da campanha de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), deputado federal José Dirceu, considerou hoje um "mau sinal para a democracia" a medida judicial que determinou a proibição de eventual publicação pelo jornal Correio Braziliense do teor de uma gravação que comprometeria o governador do Distrito Federal e candidato à reeleição, Joaquim Roriz (PMDB)."O governador Roriz é um risco potencial para o País. Essa questão que está acontecendo em Brasília é o caldo de cultura de onde vem a máfia, as quadrilhas, a lavagem de dinheiro, e nós sabemos que isso acaba sempre no crime organizado", disse Dirceu.O juiz do Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal, Girair Meguerian, determinou, além da proibição da publicação, a presença de um oficial de Justiça dentro da sede do jornal, em Brasília, para acompanhar a edição do jornal e determinar a apreensão de todos os exemplares, caso a ordem fosse desrespeitada.As fitas mostrariam o governador conversando com o empresário Pedro Passos sobre a regularização de um condomínio em área pública na capital federal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.