PT convoca entrevista para falar sobre panfletos anti-Dilma

Material foi impresso em gráfica de irmã de membro da campanha de José Serra

José Orenstein, do estadão.com.br

18 de outubro de 2010 | 13h50

SÃO PAULO - O PT convocou coletiva nesta segunda-feira, 18, às 15h, para falar sobre os panfletos anti-Dilma apreendidos ontem pela Polícia Federal em São Paulo. O secretário-geral nacional do partido, José Eduardo Cardozo, é quem vai conceder a entrevista.

 

Os 1,1 milhão de panfletos foram impressos na gráfica Pana Editora. Arlety Satiko Kobayashi detém 50% dos ativos da empresa e é irmã do coordenador de infraestrutura da campanha de José Serra, Sérgio Kobayashi.Arlety é também filiada ao PSDB desde 1991, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral.

 

Veja também:

linkPF apreende panfletos anti-Dilma em gráfica

som Bispo de Lorena defende teor de panfletos

 

Os panfletos, que pregam o voto em candidatos que são contrários à descriminalização do aborto e fazem críticas a Dilma Rousseff, teriam sido encomendados por um assessor do bispo de Guarulhos, d. Luiz Gonzaga Bergonzini. O material trazia ainda o logotipo da Regional Sul 1, que corresponde ao Estado de São Paulo, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Tudo o que sabemos sobre:
Dilma RousseffPTpanfletos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.