PT condena reação americana aos atentados

O Partido dos Trabalhadores (PT) divulgou esta tarde noota lamentando os bombardeios americanos no Afeganistão. "Condenamos publicamente a iniciativa do governo Bush (do presidente americano George W. Bush) de propor medidas antidemocráticas de combate ao terrorismo, como reconhecimento, pela justiça norte-americana, de provas obtidas mediante tortura fora de seu território, e a prisão, por prazo indeterminado e sem mandado judicial, de imigrantes, medidas estas que felizmente foram rechaçadas pelo Congresso", diz a nota.O PT considera que a guerra e os bombardeios, "que já atingiram muitos inocentes, inclusive quatro funcionários da ONU, são métodos tão cruéis quanto ineficazes de combate ao terror, tendendo, inclusive, a fortalecer as bases sociais do fenômeno que se pretende combater", diz a nota. A direção da legenda reitera sua posição contra a guerra e o terrorismo. "Apelamos para a ONU, governos e sociedade civil no sentido de buscar soluções que façam justiça ao povo norte-americano, através de uma ampla aliança internacional contra o terrorismo que seja amparada em fortes ações diplomáticas, políticas e econômicas, mas que preservem a paz mundial e os direitos civis e humanos de todos, inclusive do povo afegão, pobre, oprimido e vítima de guerras e governos tirânicos por mais de 20 anos", afirma o PT, na nota.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.