PT comemora pesquisa em SP, tucanos acham estranho

A petista Marta Suplicy disse estar grata ao eleitorado pela alta de 7 pontos na pesquisa Ibope, na qual atingiu 41% das intenções de voto. "Fico agradecida pela manifestação de apoio e carinho. Vamos continuar apresentando nossas propostas", disse a petista, num rápido comentário feito por meio de sua assessoria. Otimista, o coordenador da campanha, deputado Carlos Zarattini, afirmou que o resultado não interfere na estratégia. "Vamos sempre trabalhar pelo maior número de votos possível, mas sabemos que uma eleição em São Paulo nunca se decidiu no primeiro turno."A campanha tucana não tinha explicações ontem para a perda de 5 pontos de Alckmin. "Não é o que temos sentido nas ruas", reagiu o coordenador da campanha, deputado Edson Aparecido. Os alckmistas consideram não ter havido nenhum fato político relevante para a queda de Alckmin (de 31% para 26%) e a subida da adversária petista. Por enquanto, não muda nada na estratégia de campanha, diz Aparecido. Alckmin continua concentrando visitas em redutos petistas.O candidato do PP, Paulo Maluf, se disse "muito satisfeito" com o resultado na pesquisa, em que manteve os mesmos 9% da anterior, divulgada em julho. "Agora, vai começar o horário de TV e minha campanha vai deslanchar . Estarei no segundo turno", comentou Maluf, que está tecnicamente empatado com o prefeito Gilberto Kassab (DEM), que tem 8%. Procurado para comentar o resultado, o prefeito não respondeu. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.