José Patrício / Estadão
José Patrício / Estadão

PT cancela prévias em São Paulo

Adiamento se deu por conta do risco de contaminação pelo coronavírus. A data mais provável é o dia 6 de abril

Ricardo Galhardo, O Estado de S.Paulo

17 de março de 2020 | 20h27

O diretório municipal do PT de São Paulo decidiu nesta terça-feira, 17, cancelar as prévias que vão escolher o candidato do partido à prefeitura da Capital devido ao risco de contaminação pelo coronavírus.

Agora o PT de São Paulo vai consultar a direção nacional antes de  definir qual forma será usada para escolher o candidato. As opções mais cogitadas são a realização de um encontro municipal reduzido, no qual delegados tomariam a decisão, ou a escolha pelo próprio diretório municipal.

A data mais provável é o dia 6 de abril. Isso joga água fria nas pretensões dos adversários do ex-secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto, que defendiam o adiamento das prévias em função da doença como forma de ganhar tempo e construir uma alternativa. 

Tatto é o favorito tanto em uma escolha por voto direto dos filiados quanto em um encontro municipal ou no diretório.  No entanto, petistas que se opõem à candidatura argumentam que ele não tem densidade eleitoral. Na eleição para senador, em 2018, teve apenas 6% dos votos.

Eles queriam ganhar tempo para tentar convencer o ex-prefeito Fernando Haddad a disputar a prefeitura por temer que, com Tatto, o PT perca a hegemonia da esquerda na Capital para o PSOL, que deve disputar com a chapa Guilherme Boulos/Luiza Erundina. 

Segundo o presidente do diretório municipal do PT, Laércio Ribeiro, aliado de Tatto, o teto para escolha do nome é o final de abril.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.