PT abandona ideia de CPI Mista sobre Petrobras

Bancada se engajará em mobilização para denunciar supostos interesses da oposição na investigação

LUCIANA NUNES LEAL, Agencia Estado

19 de maio de 2009 | 12h52

A bancada do PT na Câmara abandonou a ideia de coletar assinaturas para uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) Mista da Petrobras e resolveu se engajar em uma mobilização com organizações da sociedade civil para denunciar supostos interesses políticos da oposição na investigação aprovada no Senado sobre a estatal. A ideia da CPI Mista fora levada à reunião da coordenação da bancada petista pelo deputado André Vargas (PT-PR), mas ele disse que foi convencido a desistir da proposta. "Não vamos coletar assinaturas para uma CPI Mista. Vamos para as ruas e apostar na denúncia desta irresponsabilidade", anunciou hoje o deputado, ao sair da reunião.

 

Veja também:

link'Será uma CPI de defesa da Petrobras', diz líder do PSDB

linkBase descuida e oposição cria CPI da Petrobras

link MP pede investigação à manobra contábil da Petrobras

especialVeja o que será apurado pela CPI da Petrobras

Vargas acrescentou: "A pressão popular vai tentar mostrar ao PSDB que não podemos solapar este patrimônio nacional", afirmou Vargas. A reunião da bancada continua. Segundo o deputado, a mobilização contra os partidos que levaram adiante a ideia da CPI da Petrobras no Senado incluirá, além do PT, entidades como a Central Única dos Trabalhadores (CUT), Federação Única dos Petroleiros (FUP) e vários sindicatos de petroleiros nos Estados. Vargas disse que será realizado no Rio de Janeiro um primeiro ato político em defesa da Petrobras na próxima quinta-feira, quando manifestantes darão um abraço no prédio-sede da empresa, na avenida Chile.

Tudo o que sabemos sobre:
CPI da PetrobrasPTsociedade civil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.