PSOL terá candidatos em todas as capitais em 2008

A ex-senadora e presidente do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), Heloísa Helena, disse neste domingo que a legenda terá candidatura própria para prefeito em todas as capitais do País nas eleições de 2008. Ela participa de reunião do diretório nacional do PSOL, que acontece hoje, São Paulo.Em algumas capitais, já há pré-candidato consolidado. Segundo Heloísa Helena, Luciana Genro é pré-candidata à Prefeitura de Porto Alegre; Chico Alencar, do Rio de Janeiro; Edílson Silva, de Recife; Edmilson Rodrigues, de Belém; Sandro Pimentel, de Natal; e Randolphe Rodrigues, de Macapá.Para a Prefeitura de São Paulo, ainda não há definição, de acordo com ela. Uma fonte do partido afirma, no entanto, que Ivan Valente é o candidato mais provável para disputar a eleição municipal pelo PSOL. Outro possível candidato seria o deputado Carlos Giannazi.Alianças"Em relação aos demais municípios brasileiros, analisamos onde temos estrutura suficiente para também participar do processo eleitoral", disse Heloísa Helena. Segundo ela, o PSOL não se aliará a grupos que apóiam o presidente Luiz Inácio Lula da Silva ou que apoiaram governos anteriores, como o do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. "A participação do PSOL nas eleições, a política de alianças e os programas de governo serão definidos em 2008", afirmou.Na reunião deste domingo, a executiva nacional do PSOL discute as linhas gerais que deverão nortear a atuação do partido em relação a cinco temas: dinamização econômica para geração de emprego e renda, educação, saúde, segurança pública e combate à corrupção. "É inadmissível que o partido participe do processo eleitoral com uma visão esquerdista que se contente apenas com palavras bonitas, sem pensar em alternativas concretas para a administração pública, que melhorem as condições de vida da população", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.