PSOL pune filiados que ajudam na criação do partido de Marina Silva

Resolução determina que filiados sejam excluídos da vida partidária e não possam assumir cargo de direção na sigla

Isadora Peron, O Estado de S.Paulo

04 de março de 2013 | 19h49

SÃO PAULO - O PSOL assinou uma resolução nesta segunda-feira, 4, em que decreta a "suspensão preventiva" de filiados que estão ajudando a criar o novo partido da ex-senadora Marina Silva, como os vereadores Heloisa Helena (Maceió), Jefferson Moura (Rio) e Elias Vaz (Goiânia).

Segundo o presidente nacional do PSOL, deputado Ivan Valente (SP), os três não poderão mais participar da vida partidária. Moura e Vaz já foram, inclusive, retirados dos cargos de direção que ocupavam. "Não queremos expulsar ninguém, mas queremos coerência, por isso estamos pedindo para que eles se desliguem do partido", afirma Valente.

Essa foi a opção de Martiniano Cavalcante (GO), que chegou a ser pré-candidato do PSOL à Presidência em 2010. Ele pediu para se desfiliar da sigla antes do evento de lançamento da Rede, em 16 de fevereiro. Cavalcante, Heloisa e Moura foram escolhidos para integrar a Executiva Nacional Provisória do novo partido.

"Reconhecemos o direito daqueles que queiram abandonar a construção do PSOL, mas tal comportamento deve ser explícito e construído fora dos espaços do partido", diz a resolução do partido.

Eleição. O documento também reafirma a intenção do PSOL em ter candidatura própria à Presidência da República em 2014. Segundo Valente, a intenção é definir o candidato até o final do ano, devido ao atual cenário de antecipação de campanha no País. "O lançamento da candidatura Dilma em ato promovido pelo PT, o discurso de Aécio no Senado, as declarações de Eduardo Campos e a definição do projeto Marina precipitaram a corrida eleitoral de 2014", registra o texto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.