PSOL pede a Jarbas lista dos corruptos

Partido cobra divulgação para que ?fatos não caiam no esquecimento?

Ana Paula Scinocca, BRASÍLIA, O Estadao de S.Paulo

18 de fevereiro de 2009 | 00h00

O PSOL encaminhou ontem ao senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) um pedido para que o peemedebista divulgue a lista de nomes de integrantes de seu partido que estejam envolvidos em esquemas de corrupção. Nesta semana, Jarbas afirmou que boa parte de seu partido "quer mesmo corrupção", mas esquivou-se de apresentar nomes, alegando que o número de parlamentares envolvidos em atos irregulares é "muito volumoso".A declaração foi feita em entrevista à revista Veja publicada neste fim de semana. O senador disse ainda que o PMDB é "um partido sem bandeiras, sem propostas, sem norte". Anteontem, o partido se reuniu para discutir as críticas do parlamentar, que manteve as acusações. Embora alguns peemedebistas tivessem defendido no domingo a saída de Jarbas do PMDB, a legenda optou por tratar o episódio como mero "desabafo". ?NOMES E FATOS?"Para serem consequentes, suas denúncias devem vir acompanhadas do detalhamento de situações, nomes e fatos que gerem iniciativas aguardadas por toda a sociedade, em nome do interesse público", defendeu o PSOL, em nota assinada pelo líder do partido no Senado, José Nery (PA), pelo líder do partido na Câmara, deputado Ivan Valente (SP), e pelo vice-líder na Câmara, deputado Chico Alencar (RJ). "Esta seria uma saudável providência para que os fatos por Vossa Excelência relatados não caiam no esquecimento e possam ser devidamente apurados. Seria, sem sombra de dúvida, uma enorme moralização da vida pública brasileira", prossegue a carta. O PSOL recomenda ainda a criação de um fórum permanente para que o Congresso discuta ética na política.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.