PSOL iguala PT a PSDB em programa na TV e no rádio

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) abriu o período de propaganda partidária do ano na TV e no rádio, ontem, se contrapondo à polarização entre PT e PSDB na disputa à Presidência da República. O partido também igualou os governos de Luiz Inácio Lula da Silva e de seu antecessor, Fernando Henrique Cardoso. "Tem muito sujo falando do mal lavado. Tem quem prefere seis e tem quem prefere meia dúzia", ironizou a legenda.

ANA CONCEIÇÃO, Agencia Estado

08 de janeiro de 2010 | 15h47

Com participação do músico Marcelo Yuka, ex-baterista da banda O Rappa, filiado recentemente ao PSOL, o programa criticou a ausência de reforma agrária, os lucros dos bancos e os casos de corrupção de ambos os governos.

Comandado pela ex-senadora e vereadora de Maceió, Heloísa Helena (AL), o partido ainda criticou o governo Yeda Crusius (PSDB-RS) e o chamado "mensalão do DEM", do governo José Roberto Arruda, do Distrito Federal, "que repetiu os escândalos do PT e do PSDB".

O PSOL negocia seu apoio à eventual candidatura da senadora Marina Silva (PV-AC) à Presidência da República. Durante as conversas entre ambos os partidos surgiram especulações de que o nome de Heloísa Helena pudesse ser lançado como candidata a vice na chapa da senadora, algo negado pela própria Marina e pelo presidente nacional do PV, José Luiz Penna (SP). O programa do PV vai ar no dia 4 de fevereiro, às 20h no rádio e às 20h30 na TV.

Entre os grandes partidos, o programa do PMDB será veiculado em 15 de abril, o do PT em 13 de maio, o do DEM em 27 de maio e o do PSDB em 17 de junho. O último da lista será o PTB, que fechará o semestre apresentando seu programa em 24 de junho.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2010PSOLPSDBPTpropaganda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.