PSOL encontra Marco Maia para analisar envolvimento de deputados com Cachoeira

Chico Alencar e o presidente nacional do partido vão exigir que a Corregedoria convoque parlamentares citados para dar explicações

Agência Câmara,

03 de abril de 2012 | 09h43

BRASÍLIA - A Frente Parlamentar de Combate à Corrupção e o PSOL vão se reunir na tarde desta terça-feira, 3, com o presidente da Câmara, Marco Maia, para analisar as acusações de envolvimento de deputados federais com negócios ilícitos e tráfico de influência junto ao contraventor Carlos Cachoeira. A informação é da assessoria do líder do PSOL, deputado Chico Alencar (RJ).

Alencar e o presidente nacional do partido, deputado Ivan Valente (SP), vão exigir que a Corregedoria da Câmara convoque imediatamente os deputados citados em investigações da PF para dar explicações. Depois de reunir mais informações, os dois deputados estudarão a possibilidade de entrar com representações no Conselho de Ética contra os parlamentares citados.

A Frente Parlamentar, coordenada por Francisco Praciano (PT-AM), vai pedir que o presidente Marco Maia solicite à Procuradoria Geral da República a relação completa dos parlamentares alvos de denúncias e os indícios de ilegalidades que teriam sido praticadas por eles.

Em entrevista à imprensa na última segunda-feira em São Paulo, Marco Maia defendeu uma investigação interna sobre as acusações contra os deputados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.