PSOL de Sorocaba decide no sábado apoio no 2º turno

O PSOL do candidato Raul Marcelo, terceiro mais votado no primeiro turno em Sorocaba, interior paulista, decide neste sábado se ficará neutro ou se vai apoiar um dos dois candidatos que disputam o segundo turno em Sorocaba, a 92 km de São Paulo. O socialista teve 14,9% dos votos válidos. Estão na disputa os candidatos do PMDB, Renato Amary, e do PSDB, Antonio Carlos Pannunzio. O peemedebista já conseguiu o apoio do PT, cuja candidata, Iara Bernardi, ficou em quarto lugar, com 10,4% dos votos.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

19 de outubro de 2012 | 14h49

De acordo com Marcelo, os dois candidatos o procuraram em busca de apoio, mas ele deixou a decisão para o partido. Segundo ele, o PSOL tem uma linha política diferente tanto do PMDB quanto do PSDB. Sobre os dois candidatos, disse que a posição do partido é crítica, já que os dois administraram a cidade e não teriam atacado de forma eficaz as questões urbanas prioritárias. De acordo com Marcelo, que é deputado estadual, o partido pode optar ainda pela neutralidade, recomendando o voto em branco, ou liberar os militantes para votar no candidato da sua preferência pessoal.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2012sorocabapsolapoio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.