PSOL começa a colher assinaturas para CPI dos atos secretos

O senador José Nery afirma que conseguiu 2 das 27 assinaturas e reconhece dificuldade para instalação

Andréia Sadi, do estadao.com.br,

24 de junho de 2009 | 13h25

O senador José Nery (PSOL-PA) começou nesta quarta-feira, 24, a campanha para recolher assinaturas para a CPI dos atos secretos, usados para nomear parentes, amigos, criar cargos e aumentar salários, revelados pelo Estado. Ao estadao.com.br, ele afirmou já contar com duas das 27 necessárias e diz que há manifestação de outros senadores que se comprometeram em apoiar a comissão. " O senador Jefferson Praia (PDT-AM) já assinou, além de mim. Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) também disse que vai assinar. Alguns dizem 'mas o Senado investigar o próprio Senado?' E eu falo: "Precisamos mostrar à sociedade que não compactuamos com esta impunidade', defendeu.

 

Veja também:

lista Confira a lista dos 663 atos secretos criados no Senado

especialESPECIAL MULTIMÍDIA: Entenda os atos secretos e confira as análises

som ÁUDIO: Sarney fala sobre mudanças moralizadoras

documento Leia a íntegra da defesa do presidente do Senado

mais imagens GALERIA DE FOTOS: Sarney discursa no Senado

lista O ESTADO DE S. PAULO: Senado acumula mais de 300 atos secretos

 

O senador reconhece que pode encontrar dificuldade em recolher assinaturas, já que há suspeita de que estejam envolvidos com os atos pelo menos 37 senadores, mas garante que a comissão pode contribuir para fazer a "faxina dos atos de corrupção no qual Senado está envolvido". Não vamos brincar de fazer CPI. É uma postura do Senado de reconhecer nossas mazela a erradicá-las. Se tivermos que encostar na carne, que façamos".

 

Nery defende também o afastamento do presidente da Casa, Jose Sarney (PMDB-AP) até que as investigações sobre os atos sejam concluídas. "Eu disse e pedi formalmente o afastamento de Sarney para que se produza uma investigação independente e sem pressão porque muitos dos acusados foram nomeados por ele. Portanto, seria adequado o licenciamento do presidente para que as investigações ocorressem sem influência para que tenhamos apuração ampla e completa.

Tudo o que sabemos sobre:
PSOLCPI dos atos secretos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.