PSL quer saber do TSE se votos de impugnados são nulos

O Partido Social Liberal (PSL) formulou consulta ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para saber se são considerados nulos os votos de candidato que tenha sido impugnado do mandato. O partido quer saber ainda como calcular um novo quociente eleitoral e partidário se os votos de legenda forem considerados nulos. O secretário-geral do PSL, Ronaldo Nóbrega Medeiros, entende que no caso de cassação por abuso do poder econômico não entre no lugar do cassado o suplente, mas seja feita uma recontagem dos votos. "Se foi cassado por abuso, por que os votos são considerados válidos?", questiona. Ele admite que a sua sugestão poderá até prejudicar algum partido, mas vai favorecer a redistribuição para a minoria. "Espero que seja dada mais representatividade à minoria", disse. O relator do processo é o ministro José Delgado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.