Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

PSL paulista aponta Joice como candidata à Prefeitura de São Paulo em 2020

Antigos desafetos, senador Major Olímpio (PSL-SP) lançou 'desafio' à deputada, em evento para empresários, para que ela dispute a Prefeitura da maior cidade do País

Ricardo Galhardo, O Estado de S.Paulo

27 de agosto de 2019 | 12h39
Atualizado 28 de agosto de 2019 | 09h03

Uma ala do PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, deu a largada para as eleições municipais do ano que vem. Em evento voltado para empresários da área de infraestrutura nesta terça-feira, 27, o senador Major Olímpio (PSL-SP) convidou a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), de quem era desafeto, para ser a candidata à Prefeitura de São Paulo pelo partido.

O convite ocorre no momento em que o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), tem assediado quadros do PSL. O deputado Alexandre Frota (SP) e o suplente de senador Paulo Marinho (RJ) são os dois primeiros que deixaram o partido de Bolsonaro para se aliar a Doria. Joice é amiga pessoal do governador de São Paulo, participou de sua campanha em 2018 e é alvo de ataques de setores do bolsonarismo nas redes sociais por conta dessa proximidade.

O acordo significa uma trégua entre Olímpio e Joice, que têm um histórico de disputas e atritos desde a pré-campanha de 2018, quando ambos se alinharam a Bolsonaro. “Está na hora de colocarmos as divergências de lado em nome de um interesse maior que é o partido”, disse Olímpio.

Segundo ele, Bolsonaro não participou do acordo. Fontes do PSL de São Paulo disseram que a costura contempla interesses tanto do senador quanto da deputada. Olímpio retira obstáculos para a candidatura de Joice à Prefeitura e em troca a deputada não atrapalha a pretensão do senador de disputar o governo de São Paulo em 2022.

Em um discurso repleto de afagos ao ex-desafeto, Joice falou como candidata. “Perdão pelo atraso. É falta de infraestrutura em São Paulo”, disse ela, meia hora atrasada para a abertura do evento. Olímpio retribuiu as gentilezas e lançou um desafio para que a deputada aceite a candidatura à Prefeitura em 2020.

“A Joice está nessa luta como líder no Congresso, queremos que ela continue nessa luta até o meio do ano que vem, mas a partir daí queremos fazer um desafio à Joice. Todo mundo sabe que tivemos atritos, até com dificuldade de lembrar do que foram os atritos, mas o PSL e o presidente Bolsonaro têm procurado candidaturas fortes no ano que vem. Então fica o desafio, Joice, para que você possa amadurecer a ideia e pense com muito carinho na possibilidade de se colocar como pré-candidata à Prefeitura de São Paulo”, disse o senador.

Ao Estado, Joice respondeu afirmativamente. Segundo ela, o apoio de Olímpio e a unidade do PSL paulista eram obstáculos à candidatura. “Tudo caminha para o sim. Não poderia dizer sim sem que a executiva estadual de São Paulo estivesse unida”, afirmou.

Segundo ela, a candidatura foi objeto de uma conversa com Bolsonaro um mês e meio atrás, quando o presidente fez um balanço da eleição municipal nas principais cidades e sugeriu que gostaria de ter uma mulher no comando do terceiro maior orçamento do País.

Para viabilizar a candidatura, no entanto, o PSL vai ter que enfrentar problemas com a Justiça Eleitoral. O partido está proibido de formalizar um diretório em São Paulo por não ter prestado contas da movimentação financeira entre 2009 e 2018.

NOTA DO PSL-SP

Apesar do evento, em nota divulgada nesta quarta, 18, o diretório estadual do PSL em São Paulo diz que ainda não definiu nenhum candidato para 2020 e que, nos casos em que mais de um nome se apresentar como pré-candidato a prefeito, haverá assembleias. Leia a nota na íntegra:

"A executiva do PSL do Estado de São Paulo informa que o partido não definiu nenhuma candidatura ao cargo de prefeito ou vereador em nenhum município e, no caso de escolha de prefeitos, promoverá assembleias para todas cidades onde mais de um candidato do partido se apresentar para o pleito."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.