PSDB votará contra Renan por 'respeito ao Senado'

O PSDB justificou a decisão de votar em bloco pela cassação do mandato do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), com o argumento de que votará "pelo retorno do respeito da sociedade ao Senado e ao Congresso Nacional". Em nota endereçada "À Sociedade Brasileira", o partido ainda destaca que "em nenhum momento deste processo agiu açodadamente", e que a decisão foi tomada "após longa maturação". O PSDB tem 13 votos no Senado."De nenhuma forma, prejulgou ou negou ao acusado o direito à mais ampla defesa, garantia fundamental da Democracia. Pelo contrário, debruçou-se sobre as denúncias, analisando criteriosamente os fatos e as provas trazidas a público", informou a nota. O único senador liberado pela direção partidária para votar como quiser no julgamento de Calheiros foi João Tenório, suplente do governador de Alagoas Teotônio Vilela.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.