PSDB volta a criticar governo pelo caso Waldomiro

A Executiva Nacional do PSDB emitiu hoje uma nota com duras críticas às manobras do governo e da base parlamentar para evitar a investigação no Congresso ?do caso Waldomiro Diniz e suas conexões com o crime organizado?. Sem citar o senador José Sarney (PMDB-AP), os tucanos acusam ?a presidência do Senado, agindo em sintonia com o Palácio do Planalto?, de violar a Constituição, por não permitir a abertura da CPI dos Bingos.Atacam também o chefe da Casa Civil, José Dirceu: ?Foi ele que, por doze anos, deu guarida política e até dividiu o teto com o pivô do atual escândalo que liga o PT à contravenção, para finalmente instalá-lo no Palácio do Planalto como seu auxiliar direto nas negociações com a base parlamentatr do governo.? Usando expressão de Dirceu em relação à oposição, os tucanos disseram que ?quem merece censura por ?namorar com o perigo? é o próprio José Dirceu?. A nota diz que o governo ?prolonga a agonia deste escândalo? ao recomendar a não indicação dos integrantes da CPI dos Bingos e cita o artigo 58 da Constituição, que assegura a criação de CPIs na Câmara e no Senado desde que um terço dos parlamentares assine o requerimento. O presidente do PSDB, José Serra, referiu-se indiretamente à ligação de Diniz com José Dirceu. Serra ironizou afirmando que para o governo, ?a imprensa é culpada pelo episódio Waldomiro, e não o PT, o próprio Waldomiro e pessoas que a ele delegaram tanta confiança?. O presidente tucano rebateu nota divulgada pelo PT na semana passada em que culpa a mídia e a oposição pela crise. ?É uma maneira de encarar as coisas a que a gente estava acostumado na ditadura. E parece que há vontade de substituir a vrise política pela crise econômica?, afirmou. O líder tucano no Senado, Arthur Virgílio Neto (AM), disse que integrantes do governo ?não hesitam em botar no fogo a política econômica? para desviar as atenções do caso Waldomiro. ?Se boi voar na minha frente vou achar natural, porque já tenho visto rinocerante voando?, ironizou Virgílio. Ele disse que PSDB, PFL e PDT vão à Justiça se não conseguirem indicar os integrantes da CPI dos Bingos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.