PSDB vence em Taubaté com filho do presidente da FDE

O candidato Ortiz Júnior, do PSDB, apoiado pelo governador Geraldo Alckmin, filho do presidente afastado da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), José Bernardo Ortiz, é o novo prefeito de Taubaté (SP) com 62,92% dos votos válidos e vai governar a cidade com maioria na Câmara de Vereadores.

GERSON MONTEIRO, Agência Estado

28 de outubro de 2012 | 21h38

PSDB e PT travaram a batalha do segundo turno na cidade com 215.151 eleitores. O petista Isaac do Carmo ficou com 37,08% dos votos válidos e teve como seu principal cabo eleitoral o ex-presidente Lula, que visitou a cidade na última quinta-feira (25) e atraiu mais de três mil para o último comício do candidato petista. O candidato eleito deve governar com folga no apoio político. Onze dos 19 vereadores eleitos fazem parte da bancada tucana.

Apontado pelas últimas pesquisas como o preferido do eleitor, Ortiz Júnior votou pela manhã acompanhado por sua esposa e pelo vice. O candidato eleito acompanhou a apuração com sua família. Com 30% das urnas apuradas, simpatizantes de Ortiz Júnior já comemoravam a vitória na Avenida do Povo - tradicional local de comemorações na cidade. O resultado final foi confirmado pelo Tribunal Superior Eleitoral pontualmente às 19 horas. O índice de abstenção no 2ª turno foi de 20,45% em Taubaté, ou seja, 44,008 mil eleitores deixaram de votar. Este número pode ter sido influenciado pela folga concedida aos servidores municipais na segunda-feira (29) em motivo ao Dia do Servidor Público.

Na avaliação da Justiça Eleitoral, a disputa foi tranquila e sem qualquer ocorrência de boca de urna. Um acordo entre partidos e Ministério Público estipulou multa para o candidato que jogasse panfletos eleitorais nas ruas e foi cumprido pelos candidatos, mantendo a cidade limpa.

Após votar, Ortiz Júnior disse que pretende ter o apoio do pai em seu governo. "Ele é minha referência do ponto de vista da moral, do ponto de vista de coerência, do ponto de vista do trabalho. Ele realizou muito por Taubaté e é um grande conselheiro", comentou. Na semana passada, a Justiça de São Paulo manteve o bloqueio dos bens da família Ortiz e o afastamento de José Bernardo da presidência da FDE. Pai e filho são investigados pelo Ministério Público por corrupção em licitações da Fundação, que aponta que Ortiz Júnior receberia 5% do valor dos contratos para fornecimento de mochilas ao Estado.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2012Taubaté

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.