PSDB vai questionar uso eleitoral de pronunciamento de Lula

O PSDB vai entrar até o final da tarde desta terça-feira no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com uma representação contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O partido considera que o pronunciamento feito ontem pelo presidente em cadeia de rádio e televisão teve caráter eleitoral, o que, além de infringir a legislação eleitoral, configura improbidade administrativa.Lula ocupou ontem cerca de 9 minutos em cadeia nacional para falar fez na noite desta segunda-feira um pronunciamento em rede de rádio e TV para celebrar a quitação antecipada da dívida do País com o Fundo Monetário Internacional (FMI). O pagamento permitirá "investir mais em favor do nosso próprio povo" e produzirá efeitos positivos que serão sentidos por quase todos os brasileiros, disse Lula no pronuniamento, ao prever que ao longo de 2006 praticamente não haverá aumento de aluguel nem das tarifas de telefone e eletricidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.