PSDB vai entrar com representação no TSE contra PT

O PSDB vai entrar com representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra o Partido dos Trabalhadores, em razão das propagandas gratuitas que começaram a ser veiculadas ontem no rádio e na TV pelo PT. A representação, que está sendo elaborada pela área jurídica do PSDB nacional, questiona a veracidade dos dados apresentados nessas inserções, que tem o slogan ´Quem fez mais pelo Brasil? O PT de Lula ou o PSDB de FH e Alckmin?´. Na avaliação dos tucanos, a tática escolhida pelos petistas nessa propaganda se baseia em conteúdo falso.Na avaliação do coordenador da campanha do pré-candidato Geraldo Alckmin à Presidência, senador Sérgio Guerra (PE), o PT está distorcendo os dados nas inserções no rádio e na TV com a finalidade de atacar Geraldo Alckmin, já que não é possível vincular governos distintos e cenários diferentes. "Não há sentido em comparar a gestão Lula com a administração Alckmin porque são governos diferentes", ponderou Guerra. E continuou nas críticas: "O PT continua com a velha e desgastada estratégia de confrontar dados que não poderiam ser comparados."Além das críticas à estratégia utilizada pelo PT nessas inserções no rádio e na TV, o PSDB sustenta a tese de que os programas que o presidente Lula propaga com sendo de sua administração, só existem porque os alicerces foram criados na gestão tucana de Fernando Henrique Cardoso."O PSDB, em oito anos, proporcionou as condições para que o Brasil se desenvolvesse. São bases que resistiram ao tempo, acabam por beneficiar Lula e continuarão favorecendo o governo tucano que se instalará no Planalto em 2007", disse Guerra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.