Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

PSDB-SP decide apoiar Carlos Sampaio para liderança na Câmara

Tucanos paulistas definiram o apoio ao deputado para ser liderança da sigla na Câmara nesta segunda

Pedro Venceslau e José Roberto Castro, O Estado de S. Paulo

26 de janeiro de 2015 | 15h52


São Paulo - Os deputados federais paulistas do PSDB decidiram nesta segunda-feira, 26, num almoço em São Paulo, apoiar Carlos Sampaio (SP) para a liderança da sigla na Câmara na próxima legislatura. O encontro contou com a presença de 12 dos 14 deputados federais paulistas.

O tucano Vanderlei Macris, que também pleiteava o cargo de líder, não compareceu ao encontro. Com a definição, Sampaio torna-se o franco-favorito para o posto, já que os paulistas detêm o maior número de deputados da bancada. Além dele, três nomes de Minas, todos ligados ao presidente nacional do PSDB, Aécio Neves, também pleiteiam a liderança: Marcus Pestana, que é presidente do diretório do PSDB mineiro, Domingos Sávio e Paulo Abi-Ackel.

Nos últimos cinco anos, porém, tucanos nordestinos e paulistas se revezaram na liderança do partido na Casa. O atual líder é o deputado baiano Antônio Imbassahy, que não pleiteia permanecer no cargo, pelo menos oficialmente. Além de contar com a maior bancada, os paulistas argumentam que o resultado das eleições em São Paulo em 2014 credencia o Estado a ocupar o cargo de liderança. Durante o encontro, num restaurante em São Paulo, os tucanos paulistas receberam a visita do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que concorre à Presidência da Câmara.

Tudo o que sabemos sobre:
PSDBCarlos SampaioEleição Câmara

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.