Celso Junior/AE
Celso Junior/AE

PSDB sonda Alvaro Dias para disputa no DF e RJ

Líder do PSDB no Senado disse que considera como prioridade o Estado do Paraná

Rosa Costa, de O Estado de S.Paulo

17 de janeiro de 2012 | 17h20

O líder do PSDB, senador Alvaro Dias (PR), foi sondado pelo presidente de honra do PSDB do Rio de Janeiro, Marcelo Alencar, e pelo diretório regional do partido no Distrito Federal para disputar o governo do Estado ou do DF. No terceiro mandato de senador, Dias diz que somente no ano que vem é que vai avaliar o rumo que adotará politicamente. Mas ele praticamente descarta a opção de concorrer às eleições fora do Paraná. "Embora esteja disposto a cumprir missões que o partido me impuser, tenho de considerar que a prioridade é o meu Estado", afirma o senador.

Com mais três anos de mandato no Senado, Alvaro Dias já foi vereador, deputado e governador de seu Estado. "Tenho compromissos com a minha origem, não tenho pretensão de deixar o Paraná", acrescenta. O senador admite que se sentiu "prestigiado" pela sondagem. "O convite gratifica, acredito que seja a repercussão do meu trabalho no Senado, de não fazer medir esforço para destacar o trabalho da oposição", justifica.

O líder reconhece que a procura por um nome fora do DF e do Rio de Janeiro demonstra que o partido tem de ser "revitalizado". No Distrito Federal, o PSDB se aliou nas últimas eleições com o grupo do ex-governador Joaquim Roriz e foi mal sucedido. A ex-governadora tucana Maria de Lourdes Abadia disputou uma vaga ao Senado graças a um recurso, já que sua candidatura foi questionada com base na Lei da Ficha Limpa. No Rio, o partido apoiou a candidatura do governo do ex-deputado Fernando Gabeira (PV), que ficou em segundo lugar com 20,68% dos votos do Estado.

Mais conteúdo sobre:
eleições 2012PSDBAlvaro Dias

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.