PSDB se considera "oposição inteligente" à Prefeitura

A reunião do alto tucanato no lançamento do Calendário 2001 do Diretório Municipal do PSDB, em São Paulo, teve endereço certo. "O PSDB se coloca hoje como oposição inteligente à Prefeitura de São Paulo, vamos mostrar os erros da esquerda hipócrita, que, quando está no poder, faz pior do que a direita", afirmou o líder do partido na Câmara municipal, vereador Geraldo Natalini. Na agenda partidária apresentada pelo presidente do diretório municipal, João Câmara, um dos itens do programa de atuação do PSDB na capital é "denunciar as contradições do partido no poder versus o partido na oposição". As posições foram referendadas pelo alto tucanato. "O PT não tem projeto ideológico melhor do que o nosso. Ele tem é um projeto de poder", disse o secretário de Ciência e Tecnologia de São Paulo, José Aníbal. Além do governador em exercício Geraldo Alckmin, dos ministros do Trabalho, Walter Barelli, e José Serra, da Saúde, e secretários de Estado, estiveram presentes ao encontro deputados federais, estaduais, vereadores e dirigentes do partido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.