PSDB representa contra Lula por 'campanha' no Rio

O diretório municipal do PSDB apresentou nesta segunda a Tribunal Regional Eleitoral do Rio (TRE-RJ) representação contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o prefeito e candidato à reeleição, Eduardo Paes (PMDB). Os tucanos acusam os dois de fazerem campanha antecipada e propaganda eleitoral extemporânea.

ALFREDO JUNQUEIRA, Agência Estado

11 de junho de 2012 | 20h52

Durante a inauguração de um trecho do sistema de ônibus articulado BRT Transoeste, na última quarta-feira, Lula afirmou em discurso que irá apoiar Paes com mais convicção este ano do que em 2008 e chegou a pedir votos para o peemedebista. Além de pedir a cobrança de multas contra Lula e Paes, a representação dos tucanos solicita a intimação do Ministério Público Eleitoral, para apuração de indícios de abuso de autoridade.

No domingo, o candidato do PSDB à Prefeitura do Rio, deputado federal Otavio Leite, criticou o ex-presidente. "O presidente Lula tem todo o direito de expressar o seu ponto de vista e apoiar quem bem entender. É democrático. O que não é justo é fazê-lo num palanque custeado pelo povo do Rio, com dinheiro público. Ali houve uma ilegalidade porque foi campanha antecipada. Não se pode pedir voto antes do dia 6 de julho", afirmou o tucano.

Tudo o que sabemos sobre:
PSDBLulacampanha antecipada

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.