PSDB quer quebrar sigilo de Lula e Thomaz Bastos

O PSDB deve pedir a quebra do sigilo telefônico de todas as pessoas envolvidas e suspeitas de estarem envolvidas na violação do sigilo bancário do caseiro Francenildo Santos Costa - inclusive do ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos e do presidente Luiz Inácio Lula da Silva -, disse à Agência Estado o senador Antero Paes de Barros (PSDB-MT). De acordo com o senador, há uma distância entre a data da reunião do ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci com os assessores do Ministério da Justiça e a data da demissão do ministro. Neste meio tempo, os assessores devem ter informado ao ministro e ele deve ter informado ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou o senador. Paes de Barros questionou a intenção do presidente Lula ao declarar na posse do novo ministro da Fazenda, Guido Mantega, que Palocci é mais do que um irmão. "Será que o presidente disse que o Palocci é o grande irmão para o Palocci ficar calado?", questionou. Paes de Barros estava presente no velório da mãe do senador Arthur Virgílio (PSDB-AM), Izabel do Carmo Ribeiro, no cemitério São João Batista, em Botafogo, zona sul do Rio de Janeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.